Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail: crepusculoforum@sapo.pt
Um blog que vai ao encontro do que as (os) Fãs desejam mais. Aqui é o Espaço Perfeito onde podes saber novidades sobre esta emocionante saga que está a mudar o Mundo, a SAGA CREPUSCULO ... Esperamos por ti AQUI .
.posts recentes

. Dakota Fanning em NYC (HQ...

. Imaegm promocional de Edw...

. Imagens dos efeitos espec...

. Novo poster de "The Host"...

. Nova foto de Nikki e Paul...

. Novo sneak peak de Stephe...

. Nikki ala sobre a reconci...

. Lana Del Rey fala sobre K...

. Data de estreia de "The M...

. Premiere de BD2 em Madrid...

. Novos stills de Robert, K...

. Premiere de BD2 em Madrid...

. Outtakes de Ashley Greene...

. Novo video de Robsten em ...

. Roll exclusivo de Robert ...

. Novas/antigas fotos de Ro...

. BD2 lidera a maior Box Of...

. Premiere de BD2 em Madrid...

. A lista de últimos desejo...

. Nova foto de Judi Shekoni...

. Premiere de BD2 em Madrid...

. Entrevista a Daniel Cudmo...

. Premiere de BD2 em Madrid...

. Kellan Lutz fala sobre a ...

. Screencaps do sextras do ...

.arquivos

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

.tags

. 100 monkeys(91)

. alex meraz(138)

. amanhecer(1283)

. anna kendrick(392)

. artigos(190)

. ashley greene(1080)

. atores(256)

. banda sonora(153)

. bastidores(80)

. bella swan(260)

. billy burke(86)

. boa noite crepusculianos(180)

. boo boo stewart(338)

. brasil(87)

. bryce(161)

. cam gigadent(85)

. charlie bewley(119)

. chaske spencer(100)

. chris weitz(104)

. christian serratos(120)

. comic-con(151)

. crepusculo(122)

. curiosidades(191)

. dakota(347)

. dakota fanning(100)

. david slade(86)

. dvds(85)

. eclipse(1047)

. edward(218)

. elenco(316)

. elizabeth reaser(87)

. entrevistas(1120)

. eventos(381)

. fan made(164)

. fãs(302)

. fas(98)

. festas(101)

. filmes(581)

. fotos(3600)

. galeria(965)

. gifs(148)

. jackson(229)

. jackson rathbone(129)

. jacob(99)

. jamie(142)

. kellan(579)

. kellan lutz(193)

. kristen stewart(3527)

. la(139)

. livros(93)

. lua nova(672)

. merchandising(272)

. michael sheen(113)

. moda(125)

. mtv(130)

. mtv video music awards 2009(85)

. mvma 2009(89)

. new moon(470)

. nikki(342)

. nikki reed(164)

. noticias(157)

. outros(237)

. outtakes(288)

. paris(88)

. parte2(153)

. peter(195)

. peter facinelli(266)

. photoshoot(380)

. portugal(82)

. poster(122)

. premier new moon(154)

. premiere(148)

. programas(170)

. rachelle(124)

. remember me(175)

. revistas(958)

. rob(115)

. robert pattinson(4296)

. robsten(430)

. saga crepusculo portugal(134)

. scan(80)

. scans(342)

. screencaps(170)

. set(157)

. set de eclipse(82)

. stephenie meyer(129)

. stills(343)

. swath(225)

. taylor(1250)

. taylor lautner(274)

. the runaways(121)

. trailer(155)

. twilight(461)

. twitter(634)

. vancouver(117)

. video(746)

. videos(1849)

. volturi(85)

. wallpaper(97)

. xavier samuel(146)

. todas as tags

.Crepusculo Portugal - Chat

Atenção : Este chat EA c -box do lado spoilers BASTANTES Direito Contemplação Sobre o filme ! Quem Quer Ser surpreendido comentarios nao veja OS Neste bate papo , Quem não aguenta OU JA VIU o filme esteja Vontade de ...
Domingo, 26 de Junho de 2011
Fanfic - Capitulo 15 - 2ª Parte - "Nevoeiro"
Problemas

 

 

 

Era um quarto bonito, com um espaço amplo e iluminado, e mobilado com uma decoração simples, mas glamourosa, mesmo ao estilo dos Cullen.

 

Pousou-me com delicadeza na cama e, deitando-se ao meu lado, com os braços na minha cintura, começou a beijar-me daquela maneira que só ele conseguia fazer, e que me isolava do mundo inteiro. Podíamos estar a viver o fim do mundo, mas eu tinha a certeza de que nem piscaria os olhos, continuaria entregue ao corpo divino do meu amado.

 

 - Espera. – murmurei, tentando formular uma voz coerente.

 

Ele abriu muito os olhos dourados, fitando-me com uma expressão confusa. Sorriu, e delineou com o dedo fino os contornos da minha coxa, provocando-me um arrepio de prazer.

 

 - Estou a falar a sério, Edward. – repeti, sem fôlego. – Prometo que serei toda tua durante o tempo que quiseres, mas agora devíamos ir apoiar a Rose e o Emmett.

 

Ele pareceu concordar, tentando resfrear o entusiasmo.

 

 - Tu já és toda minha. – alertou o meu marido, com um rugido ameaçador.

 

Ri-me.

 

 - Também és meu, lembras-te? – relembrei, beijando-lhe a mão. Não me apetecia mesmo nada sair dali, mas sabia que eles fariam a mesma coisa por nós.

 

 - Vamos lá... – pedi, sem vontade. Sabia que, se continuasse ali por mais algum tempo, já não teria forças para me levantar. Por isso, ergui-me de um salto e passei por um grande guarda-roupa rotativo, que Alice instalara há pouco mais de uma semana no nosso quarto. Peguei numas calças de ganga e numa camisa verde. Como me sabia bem envergar aquele tipo de calças... Costumava vesti-las muitas vezes, quando era humana. Dei uma pequena gargalhada.

 

 - Posso partilhar a piada? – perguntou Edward, aparecendo com uma T-shirt de algodão e umas calças de ganga à minha frente, no preciso momento em que eu apertava os dois últimos botões da camisa.

 

Porém, Edward prendeu-me a mão, antes que pudesse terminar a tarefa.

 

 - Não podes deixar a camisa assim? Fica muito mais bonita. – pediu, com um sorriso enviesado que sabia que me fazia perder a noção do tempo e do espaço.

 

 - Na verdade, não. Acho que vou apertá-la até ao último botão. Não quero ser despida pelo teu olhar a todo o momento. – lancei-lhe um olhar incriminador.

 

 - Talvez seja melhor tapares-te toda. Pode aparecer por aí alguém solteiro, à procura de uma deusa. – retorquiu, com um ar feroz.

 

 - Esta deusa já pertence a alguém. – respondi, beijando-o de repente. – Vamos embora.

 

Fomos a correr em direcção à nossa mansão, deixando para trás a modesta casinha de um andar apenas. Ouvi o ronco da mota de Jake, o que significava que a minha filha estava a chegar. Mas além dos murmúrios graves do meu melhor amigo, e dos queixumes doces de Renesmee, consegui distinguir mais uma voz, demasiado melancólica e irritante, que falava a uma velocidade alucinante, para um humano.

 

 - Quem é? – sussurrei, olhando para Edward confusa.

 

 - Lembras-te daquela Theresa, que irritou muito a Ness logo no seu primeiro dia de aulas? – perguntou, olhando-me à espera de ver qual a minha reacção.

 

Fitei-o horrorizada.

 

 - É ela. – esclareceu.

 

 - Oh, meu Deus. – disse lentamente. – Vamos lá.

 

 

 

Renesmee

 

Não sabia porque tinha ele feito aquilo, e na verdade, nem queria saber. Apenas pensava que ele tinha dito que me amava, mas pelos vistos, aquela rapariga que tinha Economia com ele seduzira-o ao ponto de ele a trazer até nossa casa. Como tinha sido tão estúpida, pensando que as outras não teriam nenhuma hipótese contra mim. Era uma mera criatura, na verdade, nem nome tinha. Não era humana, mas também não era um vampiro. Nem um mutante me podiam chamar.

 

E o som de Theresa a papaguear elogios para Jacob estava a irritar-me profundamente. Senti passos, e logo a seguir o cheiro intenso da minha mãe e do meu pai a sibilar avisos invadiu-me, o que ainda me deu mais fúria.

 

Tinha de fazer alguma coisa, tinha de saber se ele realmente me amava. Era isso, ia beijá-lo. Neste preciso momento. Se ele se desviasse e não quisesse demonstrar o amor que nutríamos, era porque tinha segundas intenções, em relação à loira perfumada que me deixava pelos cabelos.

 

 - Jacob, reparei agora como és musculado. Posso tocar? Como consegues essa tonalidade tão escura na tua pele? – papagueava a minha colega, esticando-se para tocar no músculo de Jake.

 

Aquilo era demais. Era o meu Jake, e não permitia a nenhuma rapariga que fizesse isto.

 

 - Não vais tocar no músculo dele. – afirmei, simplesmente.

 

Theresa virou-se bruscamente para mim, tentando assustar-me, enquanto Jacob se fingia despercebido.

 

 - E porque não? Por acaso, mandas nele, Nessie? – perguntou ela. Quando pronunciou o meu nome, disse-o de um modo que insinuava qualquer coisa, algo que eu não quereria ouvir.

 

 - Nós namoramos, sabias? – perguntei, provocadora.

 

 - Oh, e só por namorarem, o Jakezinho está proibido que outras raparigas lhe toquem?

 

Olhei o meu namorado, à espera que dissesse alguma coisa. Não disse, e desviou o olhar para o arvoredo. Não aguentei, aquilo era demais para mim. Precisava de ligar a Carol e desabafar.

 

Tínhamos ficado mesmo muito amigas, e falava com ela ao telefone pelo menos uma hora por dia. Já lhe confessava tudo, e ela a mim. Até me contara que tivera uma paixoneta por um professor de voleibol, durante um ano lectivo inteiro.

 

 - Responde-lhe, Jacob, responde-lhe com a verdade! – exclamei, pegando no rosto de Jake, e abanando-o. Ele piscou-me o olho.

 

Percebi que queria dar uma lição à rapariga intrometida. Bem, ele ainda tinha muito para me explicar, como por exemplo, porque trouxera ele a colega para nossa casa, e porque não a interrompera quando se pusera a insinuar coisas sobre mim. No entanto, decidi alinhar no jogo.

 

 - Posso responder-lhe com um gesto? – perguntou ele, fingindo-se envergonhado. – Prometo que será o melhor beijo que já tivemos, querida. – sussurrou rapidamente, de modo que só eu o ouvisse.

 

De repente, agarrou-me pela nuca. Deveria ter doído, mas em vez de dor, senti uma súbita corrente eléctrica que nunca tinha sentido antes. Os nossos lábios tocaram-se, e senti os seus suaves, macios, mas subitamente tornaram-se violentos, sedentos de amor, sedentos de mim. Movi os meus lábios, ao meu próprio ritmo. Senti a sua língua quente a delinear os meus lábios, e num segundo, tudo tinha acabado.

 

 - Primeiro, ele odeia que lhe chamem Jakezinho. Em segundo lugar, só eu posso tocar no meu namorado. – disse, saltando para o seu colo. A minha visão estava toldada de vermelho. – Agora vai para casa, querida. Espero que saibas o caminho, porque receio que ninguém te vá dar boleia até lá.

 

Ela correu, a chorar. Com apenas um murmúrio, Jasper arrancou na sua mota cinzenta, e parou mesmo à frente de Theresa.

 

 - Sobe. Eu levo-te a casa. Vai chover. – disse, friamente.

 

 - Quem precisa do moreninho, quando temos um mais branco ao nosso dispôr? – perguntou ela, rindo e subindo para a mota.

 

Ouvi um rugido e Alice apareceu.

 

 - Eu também vou, Jazz. – beijou-o nos lábios. – Parece que não há ninguém disponível. Para a próxima, vê se te atiras a alguém da tua baixa classe.

 

Soltei uma gargalhada e beijei Jacob ao de leve. Ao sentir a sua pele escaldante na minha, lembrei-me.

 

 - E tu, meu menino, vais ter de explicar-me muita coisa. – ordenei, ferozmente, depois de a minha audição deixar de conseguir captar o ronco suave e veloz da mota. – Mãe, pai, vão ficar aí para sempre?

 

Dois vultos apareceram de mãos dadas.

 

 - Já cá estamos. – respondeu a minha mãe, com um sorriso.

 

 - Espero que tenhas alguma explicação para isto, Jacob Black. – rugiu o meu pai, olhando-o muito ferozmente.

 

 - Edward, tem calma. O Jacob não fez nada, apenas convidou a amiga errada para vir cá a casa. – disse rapidamente a minha mãe, passando os dedos no cabelo de bronze do meu pai. Sempre a tentar salvar o seu melhor amigo lobisomem.

 

Mas desta vez não tinha razão. Jacob não devia ter convidado Theresa, porque sabia que eu a detestava mais do que tudo no mundo.

 

 - Jake, vem até ao meu quarto. Vais explicar-me tudo. – rematei eu, dando por terminada a troca de olhares mortais, e lançando uma expressão de súplica para o meu pai. Tinha a perfeita noção que, ao mínimo deslize de Jacob, este o despedaçaria em mil pedaços.

 

Puxei-o apressadamente, ciente do olhar fixo do meu pai. Também sabia que auscultaria os meus pensamentos enquanto eu estivesse a conversar com Jake, embora lhe tenha pedido mil vezes para não o fazer.

 

Fechei a porta com força e respirei fundo.

 

 - Porque fizeste isto, Jacob? – perguntei, tentando parecer calma. Tinha colocado uma expressão composta no rosto, para que ele não identificasse as minhas reacções, mas ele conhecia-me demasiado bem para o fazer.

 

Conseguia ouvir a sua respiração pausada, enquanto ponderava tudo o que iria dizer. Lá em baixo, distinguia o sibilar coscuvilheiro de Emmett e a conversa tranquila entre Esme, Rosalie, Alice e a minha mãe e, bem ao fundo, os sussurros contidos do meu pai, enquanto Jasper tentava acalmá-lo. Um arrepio percorreu todo o meu corpo, mas fiquei satisfeita por ele se ter afastado o suficiente para deixar de auscultar os meus pensamentos. Talvez me respeitasse mais do que eu pensava, pensei com um sorriso melancólico.

 

 - Eu não tinha intenções de te magoar. Tinha feito uma aposta com os rapazes de Economia, sobre se conseguiria aturar Theresa durante uma tarde inteira de aulas. Aceitei a proposta, porque sabia que a ia conseguir despachar, mas ela é mesmo chata! Parecia que tinha cola, e se tinha colado a mim! Arrastou-se comigo até à tua sala, e depois não parava de falar, e assim. Podia tê-la afastado, mas ela ameaçou-me... – ouvi a minha mãe a rugir, enfurecida, e eu só consegui soltar uma gargalhada nervosa.

 

 - A cobarde da Theresa? A ameaçar um lobisomem? Vá lá, Jake, consegues fazer melhor... – gracejei, um pouco aborrecida.

 

 - É a pura verdade, Nessie. Sabes que nunca te mentiria. – disse ele, com ar solene. E eu sabia que sim, era disso mesmo que tinha medo. Tinha um pressentimento que a ameaça de Theresa tinha um qualquer fundamento, obscuro e perigoso. – Ela disse que...

 

Pareceu ficar sem ar, muito vermelho, esfregando o punho na sua outra mão aberta.

 

 - Que... – incitei-o a continuar. – Vá lá, Jacob, fala.

 

A minha mão percorreu lentamente o seu rosto moreno, que tremia de fúria. Enrosquei-me no seu colo, e olhei-o nos olhos.

 

 - Ela disse que talvez espalhasse por aí que havia um lobo na escola. – afirmou ele, de um só fôlego, apertando automaticamente a sua namorada nos seus braços musculados.

 

 - Não! – exclamei. – Mãe!

 

Num segundo, Bella apareceu, com a sua beleza eterna e natural a ser conspurcada por uma expressão de medo e aflição.

 

 - Edward. – chamou. E postou-se de joelhos no chão.

 

 

 

Bella

 

Não podia ser. Aquilo que acabara de ouvir pela boca do meu melhor amigo não podia ser verdade. Era demasiado irreal, demasiado arriscado, demasiado impossível. Não podia ser.

 

Jacob era um lobisomem. Todos os Cullen o sabiam, e a sua alcateia também. Oh, e a de Sam. Mas todas as pessoas que sabiam eram criaturas sobrenaturais. Havia Charlie, que vira uma vez Jake a transformar-se. Era o único humano que tinha uma certa ideia do que se passava, mas ele nem conhecia Theresa.

 

Num instante, a segunda parte feliz do meu coração desabou. Era demais. Primeiro, Rosalie e Emmett tristes e abandonados num qualquer recanto do jardim. Depois, alguém que não era da nossa confiança sabia que Jacob não era um simples humano.

 

Ouvi Edward chegar, mas depois mais nada.

 

Pareceu-me ouvir um coração a bater descompassadamente, como “as asas de um colibri”, como Edward caracterizara o meu, certa vez. Mas aquele coração que eu ouvia já era assim por natureza. Muito rápido.

 

Vozes murmuradas, e um grito abafado.

 

Depois, tudo se conservou na escuridão, a minha respiração perdeu-se no tempo, e parecia que tinha tampões nos ouvidos. Deixei de sentir o chão que pisava e, por fim, perdi os sentidos.

 



publicado por Joana às 15:54
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

.Saga Crepúsculo Portugal
Todos os direitos reservados á Saga Crepusculo Portugal e ao seus autores , textos devidamente creditados excepto . Quem copiar sem citar o autor do post , infringe em termos de direitos autorais .



.Trailers Amanhecer - Parte 2
.Contadores

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

.Fan Fic

Nevoeiro - Capitulo 1I

Nevoeiro - Capitulo 1II

Nevoeiro - Capitulo 2I

Nevoeiro - Capitulo 2II

Nevoeiro - Capitulo 3I

Nevoeiro - Capitulo 3II

Nevoeiro - Capitulo 4I

Nevoeiro - Capitulo 4II

Nevoeiro - Capitulo 5I

Nevoeiro - Capitulo 5II

Nevoeiro - Capitulo 6I

Nevoeiro - Capitulo 6II

Nevoeiro - Capitulo 7I

Nevoeiro - Capitulo 7II

Nevoeiro - Capitulo 8I

Nevoeiro - Capitulo 8II

Nevoeiro - Capitulo 9I

Nevoeiro - Capitulo 9II

Nevoeiro - Capitulo 10I

Nevoeiro - Capitulo 10II

Nevoeiro - Capitulo 11I

Nevoeiro - Capitulo 11II

Nevoeiro - Capitulo 12I

Nevoeiro - Capitulo 12II

Nevoeiro - Capitulo 13I

Nevoeiro - Capitulo 13II

Nevoeiro - Capitulo 14I

Nevoeiro - Capitulo 14II

Nevoeiro - Capitulo 15I

Nevoeiro - Capitulo 15II

Nevoeiro - Capitulo 16I

Nevoeiro - Capitulo 16II

Nevoeiro - Capitulo 16III

Nevoeiro - Capitulo 17I

Nevoeiro - Capitulo 17II

Nevoeiro - Capitulo 17III

Nevoeiro - Capitulo 18I

Nevoeiro - Capitulo 18II

Nevoeiro - Capitulo 18III

Nevoeiro - Capitulo 19I

Nevoeiro - Capitulo 19II

Nevoeiro - Capitulo 19III

Nevoeiro - Capitulo 20I

Nevoeiro - Capitulo 20II

Nevoeiro - Capitulo 20III

Nevoeiro - Capitulo 21I

Nevoeiro - Capitulo 21II

Nevoeiro - Capitulo 21III

Nevoeiro - Capitulo 22I

Nevoeiro - Capitulo 22II

Nevoeiro - Capitulo 22III

Nevoeiro - Capitulo 23I

Nevoeiro - Capitulo 23II

Nevoeiro - Capitulo 23III

Renesmee Cullen - Capitulo 1

Renesmee Cullen - Capitulo 2

Renesmee Cullen - Capitulo 3

Renesmee Cullen - Capitulo 4

Renesmee Cullen - Capitulo 5

Renesmee Cullen - Capitulo 6

Renesmee Cullen - Capitulo 7

Renesmee Cullen - Capitulo 8

Renesmee Cullen - Capitulo 9

Renesmee Cullen - Capitulo 10

Renesmee Cullen - Capitulo 11

Renesmee Cullen - Capitulo 12

Renesmee Cullen - Capitulo 13

Renesmee Cullen - Capitulo 14

Renesmee Cullen - Capitulo 15

Renesmee Cullen - Capitulo 16

Renesmee Cullen - Capitulo 17

Renesmee Cullen - Capitulo 18

Renesmee Cullen - Capitulo 19

Renesmee Cullen - Capitulo 20

Renesmee Cullen - Capitulo 21

Renesmee Cullen - Capitulo 22

Renesmee Cullen - Capitulo 23

Renesmee Cullen - Capitulo 24

Renesmee Cullen - Capitulo 25

Renesmee Cullen - Capitulo 26

Renesmee Cullen - Capitulo 27

Renesmee Cullen - Capitulo 28

Renesmee Cullen - Capitulo 29

Renesmee Cullen - Capitulo 30

Renesmee Cullen - Capitulo 31

Renesmee Cullen - Capitulo 32

Renesmee Cullen - Capitulo 33

Renesmee Cullen - Capitulo 34

Renesmee Cullen - Capitulo 35

Renesmee Cullen - Capitulo 36

Renesmee Cullen - Capitulo 37

Renesmee Cullen - Capitulo 38

Renesmee Cullen - Capitulo 39

Noite de Luar - Capitulo 1

Noite de Luar - Capitulo 2

Noite de Luar - Capitulo 3

Noite de Luar - Capitulo 4

Noite de Luar - Capitulo 5

Noite de Luar - Capitulo 6

Noite de Luar - Capitulo 7

Noite de Luar - Capitulo 8

Noite de Luar - Capitulo 9

Noite de Luar - Capitulo 10

Noite de Luar - Capitulo 11

Noite de Luar - Capitulo 12

Noite de Luar - Capitulo 13

Noite de Luar - Capitulo 14

Noite de Luar - Capitulo 15

Noite de Luar - Capitulo 16

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

Afiliados

Lua Nova Twilight/Notícias Fotos e Tudo Sobre o Mundo de
Crepúsculo

Image and video hosting by TinyPic

Rádio do Planeta - A solidariedade toca aqui!

Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Create your own banner at mybannermaker.com!