Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Saga Crepusculo Portugal

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail:crepusculoforum@sapo.pt Um blog que vai ao encontro de que as(os) fãs mais desejam. Aqui é o espaço perfeito onde podes saber as novidades sobre toda a emocionante saga CREPÚSCULO... Esperamos por TI AQUI.

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail:crepusculoforum@sapo.pt Um blog que vai ao encontro de que as(os) fãs mais desejam. Aqui é o espaço perfeito onde podes saber as novidades sobre toda a emocionante saga CREPÚSCULO... Esperamos por TI AQUI.

Saga Crepusculo Portugal

12
Set10

Fanfic - Capitulo 8 - "Noite de Luar"

Joana

Capítulo Oito - Intruso

 

 

Renesmme

 

Onde estou eu? Que lugar é este? Jacob, o meu Jacob? O que se passa?

Não sabia o que estava a acontecer, só sei que estava sozinha num lugar, fechado onde simplesmente tinha uma pequena janela.

De repente vi o Jake , estava revestido de sangue. Ele estava magoado, sem força para me conseguir tirar dali. Conseguia ver os seus olhos cheios de dor, sofrimento, mágoa e angústia.

O que se terá passado? Ajudei-me. Por favor, tirei-me daqui. Gritava mas ninguém me ouvia.

Segundos depois, senti alguém a tocar-me delicadamente no ombro e a chamar por mim.

- Renesmme, Nessie... calma... está tudo bem.

Abri as palpebras com alguma dificuldade. Era a minha mãe que estava ao meu lado. Levantei-me rapidamente e abracei-a sem pensar no que estava a fazer.

- Querida, calma. Está tudo bem, foi só um pesadelo.

Não tinha força alguma para falar. Só de pensar, naquele sonho, Jacob , o meu Jacob magoado, cheio de sangue.

- Renesmme, olha para mim.- dizia a minha mãe preocupada.

Olhei para ela com o medo estampado na cara. Não sabia o que dizer nem se quer ,o que fazer ,meramente me lembrava do sonho que tive à poucos minutos.

 

- Mãe- disse a gaguejar- quero vê-lo.

- Ver a quem querida? O que se passa? Porque estás assim?

- Quero ver o Jacob. - disse com alguma dificuldade. As palavras pareciam que estavam presas, pareciam que tinham receio de sair. Era estranho estar assim angustiada e com medo. Afinal isto não passou de um sonho...acho eu.

 

Bella

 

Naquela manhã estava sentada no sofá da sala à espera de Edward, quando ouvi a minha filha a gritar. Num instante estava ao seu lado.

- Renesmme, Nessie... calma...está tudo bem.

Vi a minha filha a abrir os olhos muito devagar. Não sei com o que ela sonhou, mas estava realmente assustada.

- Querida, calma. Está tudo bem,foi só um pesadelj.

Tentava a todo custo acalma-la, mas estava a ser um pouco complicado. Renesmme estava com medo. Mas medo do quê?

-Renesmme, olha para mim.- ordenei.

Ela olhou-me pausadamente.Ela estava a chorar,estava assustada.

- Mãe- disse juntamente com um soluço- quero vê-lo.

Não percebi o que ela queria dizer com aquilo.

- Ver a quem?

- Mãe, quero ver o Jacob.- proferiu com alguma dificuldade.

- Querida primeiro descansa um pouco.

Comecei a acariciar o cabelo dela, passado pouco tempo adormeceu.

Edward,entrou de rompante no quarto. Estava preocupado,já devia saber o que se passava.

- Edward, o que se passa com a Nessie?- antes que ele pergunta-se disse- é que ela não consegue falar, estava muito assustada.

Edward olhou-me, encostou-se a mim e beijou-me intensamente. Quando o nosso beijo terminou, agarrou-me na minha mão e deslocou-me até à sala.

- Bella,a nossa filha teve um sonho muito estranho...diga-mos mau. 

- Isso sei eu, vai directo ao assunto- detestava quando ele não era directo.

- Ela sonhou...com Jacob. Mas a pior parte é que o Jacob, estava gravemente ferido e o que a deixa assustada é pensar que o sonho dela se torne real.

- Que horror, agora percebo a reacção dela.

- Edward,não é possível um sonho tornar-se realidade, pois não?

A reacção de Edward à minha questão assustou-me um pouco.

- Isso gostava eu de saber Bella, mas para o bem da nossa filha espero bem que não seja possível

 

Alice

 

Estávamos todos reunidos na grande casa.

Nessie estava sentada nas pernas de Rosalie enquanto esta lhe penteava o cabelo, estava muito transtornada, abatida , triste, não sei o que se passara, mas que deicou a minha sobrinha triste isso deixou. Edward e Bella abraçados junto à janela. Adorava quando os via assim tão juntinhos, e isso agora é um pouco raro. Carlisle e Esme falavam tranquilamente um com o outro, ter pais a dar-se bem é muito bom. Carlisle e Esme têm uma forma de amr diferente do resto da familia, enquanto o Emmet ama a Rosalie e mostra-o através das coisas que ele lhe apresenta, já o Carlisle aduz o seu amor pela Esme através da família. Também reparei que o Emmett e Jasper estavam a tentar construir um castelo de cartas. Eu estava sentada nas escadas cheia de dores e cabeça.

Não sei o que se passa, mas já algum tempo que ando assim. Aparecem e desaparecem imagens tão rápido que não dá para perceber o que é.

-Familia. - chamou Edward- precisamos de falar.

Eu já estava preparada para o ouvir, e já sabia o que ele ia dizer, mas fiquei em silêncio.

- O que se passa filho?- perguntou Carlisle.

-O que se passa é...

- Edward vais demorar muito, diz de uma vez só- proferiu Rosalie de forma rude.

-Calma Rosalie, é um caso delicado de falar à frente da Nessie.- disse Edward utilizando um termo frio.

- Calma Edward? Como vamos ter calma?Se falasses de uma vez nós tinhamos calma, mas assim...- disse Rosalie juntamente com um silvo.

Se Edward não disser o que se passa, a Rosalie é capaz de lhe saltar em cima.

- Se ela fizer isso nem o próprio Emmet a salva.

-Edward deixa-te de coisas e diz de uma vez só o que se passa.- disse Emmett.

- O que se passa é que a Nessie sonhou com o Jacob, mas o pior é que esse sonho pode ser real.

-Real?E qual é o problema do Jacob?- perguntou Esme.

- Ela sonhou que o Jacob estava gravemente ferido, mas não percebeu mais nada. O pior é que a Bella já foi a La Push e ninguém vê o Jacob já alguns dias. Nem em forma de lobo nem em forma de humano.

- Sim Jasper é provável que isto seja real.

- Não, não pode ser, pai salva o Jake- disse Nessie aflita.

- Calma querida, vou fazer tudo o que puder.

Não aguentava mais, não conseguia ver nada e as imagens voltaram, preciso de dar um passeio sozinha.

-Desculpem mas eu não aguento mais... - saí de repente pela janela. Jasper ainda chamou por mim, mas já era tarde.

 

Jacob

 

- Seth ajuda-me.

Não sabia que lugar era aquele. Um sítio sinistro.Paredes pretas, por causa da humidade. Portas de ferro,janelas com grades e com os vidros partidos. Um soalho estava velho, rangia a um único toque.

Estava num lugar horrível, sem vida. Faltava o cheiro do musgo e da madeira. Faltava-me a minha floresta e as belas corridas que dava. Mas acima de tudo faltava-me a coisa mais importante, a minha razão de viver. Faltava-me a Nessie. Sentia falta do seu carinho,das suas piadas, dos beijos quentes que dávamos. Não tenho nada.

- Sam...Paul...- gritava- tirei-me daqui.

Queria-me transformar,mas nem força para isso tinha. Sentia uma dor enorme. Um ardor e uma sarna na pele. Aqueles sintomas indicavam que fui mordido por um vampiro. Seriam os inimigos dos Cullen? Por vingança. À derrota, que levaram para casa.

Passado algum tempo, ouvi uns passos. Um barulho ofegante e um respirar profundo. Aquele cheiro, não me é conhecido. Aquele cheiro, não é de nenhum dos Volturi.

- Quem está aí?

Ninguém me respondeu. Limitou-se simplesmente a emitir um sorriso abafado.

- Olá Jacob.

Aquela voz estava distante. Já a tinha ouvido antes. Mas a onde?

- Como sabes que me chamo Jacob?

Não me respondeu. Ouvi novamente uns passos, e uma porta a bater.

- Deixa-me sair daqui.- gritei desesperado.

Não aguento mais. Estou farto de estar preso a esta cadeira. Quero a minha familia. Nunca pensei nisto antes, mas agora sinto falta do Paul, e as suas faltas de controlo. O Jared, e as suas piadas. Embry e Quil os meus melhores amigos e companheiros. Seth o meu pequeno companheiro. Sam um alfa responsável, e sabedor. Até sinto falta da Leah mal-humorada. Tudo me faz falta.

Bella, a minha melhor amiga. O meu antigo amor. Não quero que isto acabe assim.

- Bella... -gritei com toda a força que tive.- Por favor...

Mas o que mais me fazia sofrer, era estar longe da minha miúda. Era a única dor que me fazia, chorar.

- Nessie amo-te. Amo-te a ti e a mais ninguém. És a melhor coisa que me aconteceu na vida.

Não te vou deixar assim tão facilmente, prometo.

Foram as últimas palavras que disse antes de perder os sentidos. Já não sabia se o meu coração batia, ou tinha parado para sempre.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Fórum Saga Crepúsculo Portugal

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail: crepusculoforum@sapo.pt
Um blog que vai ao encontro do que as (os) Fãs desejam mais. Aqui é o Espaço Perfeito onde podes saber novidades sobre esta emocionante saga que está a mudar o Mundo, a SAGA CREPUSCULO ... Esperamos por ti AQUI .

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D