Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Saga Crepusculo Portugal

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail:crepusculoforum@sapo.pt Um blog que vai ao encontro de que as(os) fãs mais desejam. Aqui é o espaço perfeito onde podes saber as novidades sobre toda a emocionante saga CREPÚSCULO... Esperamos por TI AQUI.

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail:crepusculoforum@sapo.pt Um blog que vai ao encontro de que as(os) fãs mais desejam. Aqui é o espaço perfeito onde podes saber as novidades sobre toda a emocionante saga CREPÚSCULO... Esperamos por TI AQUI.

Saga Crepusculo Portugal

02
Jan11

Fanfic - Capitulo 2 - "Renesmee Cullen"

Joana

2º Capítulo

 

 

 

Estava abismada com Jacob. Ele tratava o carro como se fosse um bebé ou alguma coisa muito frágil. Agora que o apreciava mesmo ao pormenor ele é mesmo lindo, e ao pensar nisso uma onda de calor atravessou o meu corpo. Abri a janela para refrescar. Ele olhou-me confuso.

Estás bem? - perguntou tocando-me na cara. O seu toque fez-me estremecer. Carreguei no botão para abrir o tejadilho. Estava realmente com muito calor e com o toque de Jacob ainda fiquei pior.

Nessie! - Chamou. Olhei para ele e sorri. - O que é que tens?

Ah... está muito calor aqui dentro.

Mas eu tenho ar condicionado ligado. E acho que a temperatura está boa.

Corei. Nem tinha reparado que o ar condicionado estava ligado. Só mesmo tu Renesmee, para fazeres esta figura. Virei a cara para a janela, para não mostrar a vergonha que sentia naquele momento. Ainda estavamos na parte da manhã, e já passei por duas vergonhas, não aguentava mais uma. Quando reparei, já estavamos parados e Jacob olhava-me admirado. Olhei para ele corada e mandei-lhe um sorriso forçado. Ele tocou-me na face passando o seu dedo perfeito junto aos meus lábios. Respirei fundo e saí do carro. Só depois é que reparei que estava num lugar lindo. Parecia um prado, era verde e com muitas flores cor violeta. Fez-me lembrar o prado onde o meu pai e a minha mãe iam namorar. Era parecido, só que este tinha um caminho para carros, e ao lado tinha o mar. Era estranho um prado perto do mar.

 

Senti umas mãos a tocar-me nos braços, e mais um calor me atravessou o corpo. O que se está a passar Renesmee? Nunca sentiste isto. Ele virou-me, para que podessemos olhar um para o outro.

Ele mandou-me aquele sorriso que eu adoro.

Renesmee Carlie Cullen, vais-me dizer o que se passa... ou vou ter que te raptar e fazer-te sofrer até me contares? - pronunciou juntamente com uma gargalhada. A parte de raptar-me gostei.

Renesmee em que estás a pensar? Ele é teu amigo.

Não é preciso eu conto. É por isso que és meu amigo e sempre o serás. Certo? - ao dizer isto ele suspirou, e pareceu ficar mais triste. Fiquei confusa.

O que foi? Tu vais ficar sempre ao meu lado, não vais ?

Sim, claro que sim.Achas que te ia deixar sozinha, uma diabinha como tu? - perguntou a sorrir.

Olha quem fala?

Começamos os dois a rir, como dois malucos. Fui pousar o meu telemóvel no carro, para poder andar mais à vontade, e corri até ao Jacob que naquele momento apreciava o mar.

Toquei-lhe com a mão nas costas e ele virou-se, eu deu-me um abraço de urso. Aquele cheiro amadeirado era tão bom e tão doce. Aqueles musculos encostados a mim, quase desfaleci quando ele disse alguma coisa que eu não percebi junto ao meu pescoço.

Jake estava estranho. Nunca foi assim comigo, estava sempre a rir-se, sempre a dizer as piadas dele. Passa-se alguma coisa e eu vou descobrir.

Afastei-me e peguei-lhe na mão, dirigi-o até à entrada do prado. Ele sorriu e seguiu-me.

Aquele dia passou muito rápido. Fomos passear pelo prado, explorar aquela floresta magnifica. Pelo que o Jake me disse nesta floresta existia muitas àrvores centenárias. Quando chegou a hora do almoço, o estômago de Jacob pediu comida. Como é que ele não aguenta um dia sem comer, quando só ao pequeno almoço ele come tanto como eu no dia todo.

Acho que alguém está com fome - disse utilizando as mesma palavras que ele me dirigiu de manhã.

Parece que sim. Vamos a uma pizzaria? Existe uma a 10 km daqui.- Perguntou ele.

Pode ser, algum tempo que não como pizza. Não é que goste muito.

Ele pegou-me rapidamente ao colo, como se eu fosse uma bebé e seguiu até ao carro. Quando entrei e peguei no telemóvel, reparei que tinha seis chamadas não atendidas do meu pai. O que é que ele quer?

O que se passa, Nessie?- perguntou Jake olhando para o telemóvel.

Foi o meu pai que me ligou. Só seis vezes. - Disse enquanto me ria. Olhei para Jacob e ele estava com uma cara séria e de caso. Olhou para mim e disse.

Nessie... é melhor ligar ao Edward.

Mas...

Liga.- Ordenou-me.

Obedeci. Equanto ele ligava o carro e arrancava, eu marquei o numero do meu pai. Bastou chamar uma vez que ele atendou logo.

Renesmee – chamou - não se atende o telemóvel?

Olá para ti também, pai. Eu deixei o telemóvel no carro. - Disse.

Durante alguns minutos ouve silêncio e ouvi algo a partir. O que se terá passado?

Tu disseste carro? - perguntou.

Sim pai. Desculpa, mas eu dei autorização ao Jake para levar um dos carros novos que compras-te a semana passada - pronunciei com algum receio do que vinha a seguir.

Tu fizeste o quê? - gritou o meu pai. Eu sabia que a reacção dele não ia ser boa.

Calma pai, não exageres. É só um carro - enquanto dizia isto, Jacob olhava-em atónito e com algum receio. Fiz-lhe um sinal de calma.

Tu não pediste autorização. Renesmee volta para casa agora - gritou ele.

NÃO - respondi. Jacob olhou-me com o mesmo receio de à pouco.

Renesmee....

Pai já disse não e ponto final. - Desliguei o telemóvel. Olhei pela janela e senti uma lágrima traiçoeira a descer-me pela face. Jacob encostou o carro na berma da estrada e fez-me uma carícia no braço para que olha-se para ele.

Nessie estás a chorar? - perguntou. Em resposta levei os meus dedos aos olhos limpando as lágrimas que ameaçavam cair.

Não. O meu pai mete-me nervos. Jacob eu amo o meu pai, mas ele pensa que sou uma criança. Eu posso ter apenas sete anos, mas já sei tomar conta de mim. E aposto que se fosse o tio Emmet a pegar no carro ele não fazia esta fita toda. - Disse isto de uma forma tão rápida, que acho que Jake teve dificuldade em perceber.

Nessie, vamos embora.- Não acredito, toda a gente queria estragar o meu dia que achava que ia ser perfeito.

Também tu. Porque é que todos querem estragar o meu dia. Porquê?- resmunguei para mim própria.

Ele ligou o carro e arracou de novo. Fiquei admirada quando ele passou a entrada para a casa da minha familia e continuou. Este sim é o meu Jacob. Passado pouco tempo estavamos na pizzaria.

Entramos e toda a gente começou a olhar para nós os dois. Como se fossemos seres estranhos, e realmente somos. Sorri.

Sentamo-nos numa mesa de dois lugares. Veio logo de seguida uma servente que não parava de mandar olhares para Jacob. Isso estava-me a irritar seriamente. Jacob pediu duas pizzas familiares para ele e eu pedi uma pizza individual, ambas de queijo e fiambre.

Então como estás agora? Mais calma? - perguntou.

Sim. Muito mais calma - nesse momento senti o telemóvel a vibrar no bolso do casaco. Peguei nele, e no visor tinha o nome do meu pai. Desliguei e voltei a guardá-lo. Sabia que estava a ser infantil, mas também sabia que o meu pai não concordou muito com esta saída, a minha querida e adorável mãe é que o convenceu.

Era o Edward?

Sim. Mas eu resolvo o problema quando chegar a casa. Agora vamos aproveitar o resto do almoço.

- Nesse momento chegou a servente, com as duas pizzas para o Jake e com a minha. Em pouco tempo acabamos de comer. Jake come realmente muito, só queria saber onde ele coloca tanta comida e tem este corpo assim. Levantamo-nos e fomos ao balcão pagar. Dirigiamo-nos para o carro de mãos dadas. Quem nos visse dizia que eramos um casal de namorados. Ao pensar nisso retirei a minha mão da dele. E entrei no carro.

Estava na hora. Era agora que tinha que enfentar o verdadeiro problema. O tempo que levá-mos a chegar a casa foi pouco. Quando chegamos reparei no meu pai encostado ao portão da garagem, com cara de poucos amigos. Renesmee prepara-te é agora.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Fórum Saga Crepúsculo Portugal

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail: crepusculoforum@sapo.pt
Um blog que vai ao encontro do que as (os) Fãs desejam mais. Aqui é o Espaço Perfeito onde podes saber novidades sobre esta emocionante saga que está a mudar o Mundo, a SAGA CREPUSCULO ... Esperamos por ti AQUI .

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D