Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Saga Crepusculo Portugal

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail:crepusculoforum@sapo.pt Um blog que vai ao encontro de que as(os) fãs mais desejam. Aqui é o espaço perfeito onde podes saber as novidades sobre toda a emocionante saga CREPÚSCULO... Esperamos por TI AQUI.

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail:crepusculoforum@sapo.pt Um blog que vai ao encontro de que as(os) fãs mais desejam. Aqui é o espaço perfeito onde podes saber as novidades sobre toda a emocionante saga CREPÚSCULO... Esperamos por TI AQUI.

Saga Crepusculo Portugal

30
Abr11

Fanfic - Capitulo 21 - "Renesmee Cullen"

Joana
21º Capítulo
 

Jacob

 

O sentimento de saudade crescia no meu interior. O espírito de lobo estava em alerta acerca de um mês, mas as memórias humanas ainda  continuavam a massacrar-me psicologicamente.

A minha mente cada vez ficava mais sozinha. As opções que tinha para seguir a minha vida voaram como folhas secas que caiem das árvores no Outono. Apenas me restavam duas opções e tinha que decidir qual delas seguir.Seria agora a fase em que tenho que decidir definitivamente o que fazer da minha vida. Continuar com o instinto animal e ficar em forma de lobo durante um longo tempo ou voltar para  casa, para ficar com a minha família e tirar um curso de mecânica. Tendo uma vida normal como sempre tive, com os meus irmãos.

 

Ambas passeavam pela minha cabeça. O meu coração dizia para voltar e ficar com todos que amam e todos que me querem bem.Mas logo atrás vinha a razão, a mente, a dizer para ficar na floresta , porque este é o meu lugar, já que tenho uma grande parte de mim com genes de lobo.

O sol desapareceu e apareceu três vezes. Mais três dias se haviam passado e uma decisão final estava formada. Voltarei para La Push, e terei uma vida normal, sem a minha Nessie.

Comecei a correr como se La Push fosse desaparecer em algum momento. As minhas patas batiam contra o solo violentamente, a minha respiração estava anormal, o batimento cardíaco que costuma estar normal, apresentava-se de forma irregular. Os animais espreitavam pelos orificios das tocas, como se estivessem a desejar-me boa sorte para a vida. Os pássaros sobrevoavam a floresta ao mesmo tempo que a minha rapida corrida. A ansiedade batia forte no meu coração, o medo avassalava a minha mente, a saudade começava a ser suportada pelo meu corpo.

Mas nada se comprava a alegria e satisfação de voltar a por os meus pés na minha humilde casa, e poder resmungar com a minha irmã e dar uns murros valentes no Paul. Poder, gozar com o Quil pelas brincadeiras parvas dele com a pequena Claire. Voltar a fazer apostas com o Embry, por coisas que não tem pés nem cabeça. Ouvir os sermões por falta de obediência do Sam, e os risos da Emily por ver a fúria do seu noivo.Por poder ver de perto o desenvolvimento dos mais novos lobos da nossa alcateia. A única coisa que me deixava com receio, com o meu regresso era se tudo estava igual. Se todos continuavam a ser os mesmos. Principalmente e minha Nessie. Eu sabia que não iria aguentar viver apenas a alguns quilómetros da sua casa. É muito tentador, mas não  uero arranjar conflitos com o sanguessuga, que por acaso é o pai dela. Mas questiono-me que pai quer ver uma filha infeliz?Eu sempre duvidei das suas  apacidades mentais, mas com estes acontecimentos todos as dúvidas desapareceram, por completo. Agora tinha a certeza que Edward era uma maníaco pela protecção.

 

***

Finalmente ao fim de longas horas de corrida, cheguei á minha terra.La Push. Aqui era tudo muito mais familiar. Notava-se a diferença entre os animais. Qualquer barulho reproduzido refugiavam-se de imediato nas suas casas naturais.As enormes árvores, os musgo verde, os som emitido pela água no rio junto á casa dos Cullens. “Não Jake...não podes. ”

Corri ainda mais rapido para sair daquele espaço ao qual me trazia dor e alguma tentação. Quando cheguei á fronteira, já se avistava a praia de La Push. Corri para trás de uma árvore e transformei-me, antes que alguém soubesse do meu súbito regresso. Voltei ,ao fim de um mês e alguns dias, á forma humana. Já nem sabia o que era estar em duas pernas. Os calções deixavam-me um pouco incomodado, mas eu iria me habituar a eles rapidamente. Percorri, lentamente, toda a extensão da praia. Até que uma voz de criança encoou nos meus ouvidos.

  • Ti  Jake- gritou a pequena criança.

  • Claire?

Como ela cresceu num espaço de um mês. Os seus cabelos estavam enormes e estava um pouco mais alta. Reparei que atrás dela corria, um rapaz parecido comigo. Alto e moreno. A
sua face transmitia tristeza e preocupação.

  • Jacob?  Jacob Black?

  • Sim.  Hei, Quil. Como estás?

  • Como  estás pergunto eu? Foi um mês Jake.Mais um mês em que o teu pai,  andou em baixo e triste. Sempre preocupado. Procuramos-te por toda a  zona em volta de Forks. Tu desapareceste do mapa. Por andaste?  Porque fizeste isto?- Quil estava nervoso. Fazia perguntas, umas  atrás de outras. Nem me deixava um minuto se quer para poder
    explicar tudo como devia ser.

  • Calma  Quil. Acabei de chegar e já me estão a dar um sermão de moral.Sei  que fui um irresponsável ao deixar tudo para atrás, de novo. Mas  tens que compreender que eu precisava deste afastamento. Esta  separação, causou-me muita dor. Destruiu-me por completo. Nem  aquilo que passei com a Bella tem comparação ao que senti e  sinto.Quil e estou completamente destruído. Nem sem bem por onde  lhe pegar para recomeçar esta nova fase.

Sem esperar, Quil abraçou-me fortemente que quase cheguei ficar sem ar. Que saudades que tinha do meu melhor amigo.

  • Desculpa Jake. Então voltaste. E que pensas fazer?

  • Pensei  em voltar para a escola, e tirar o curso de mecânica e talvez um  dia formar a minha própria empresa.Quem sabe.

  • Ti  Jake.Muitas saudades. Ti Jake ser maroto.

Quil soltou uma gargalhada e logo colocou-a ao seu colo. Deu-lhe um beijo na testa e passou-a para o meus braços.

  • Tens  razão princesa. Ti Jake foi muito maroto.

Dei-lhe um abraço e juntamente um beijo.

  • Lhec..ti  Jake xujou Clare toda.Quil- chamou ela com a sua vozinha angelical.

  • Jake  a Claire é minha. Anda Claire está na hora de ires para a mamã.-  resmungou Quil.

  • Mamã.-  pronunciou a criança ao saltar para os braços do seu futuro  homem.Pelo menos assim espero. Porque não rogo esta dor a mais  nenhum dos lobos.

Despedi-me da pequena Claire e do Quil. Comecei a dirigir-me para a casa do meu pai.Tenho que por o meu “velho”a par das minhas mais recentes decisões. Porque estas poderão influenciar um pouco a minha vida de lobo. Mas desde que seja para eu poder ser feliz e voltar a ter paz dentro de mim, estaria disposto a deixar tudo.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Fórum Saga Crepúsculo Portugal

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail: crepusculoforum@sapo.pt
Um blog que vai ao encontro do que as (os) Fãs desejam mais. Aqui é o Espaço Perfeito onde podes saber novidades sobre esta emocionante saga que está a mudar o Mundo, a SAGA CREPUSCULO ... Esperamos por ti AQUI .

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D