Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saga Crepusculo Portugal

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail:crepusculoforum@sapo.pt Um blog que vai ao encontro de que as(os) fãs mais desejam. Aqui é o espaço perfeito onde podes saber as novidades sobre toda a emocionante saga CREPÚSCULO... Esperamos por TI AQUI.

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail:crepusculoforum@sapo.pt Um blog que vai ao encontro de que as(os) fãs mais desejam. Aqui é o espaço perfeito onde podes saber as novidades sobre toda a emocionante saga CREPÚSCULO... Esperamos por TI AQUI.

Saga Crepusculo Portugal

07
Nov10

Fanfic - Capitulo 16 - "Noite de Luar" (Último)

Joana
 

Este é o último capitulo da FanFic!

Espero que tenham gostado! Aqui ficam os meus parabéns á Drica!

Brevemente teremos outra fanfic!

 

Capítulo Dezasseis - De Novo de Volta


 

  

Renesmee

 

As lágrimas atravessavam o meu rosto com fúria. O sentimento de perda já se formava aos poucos dentro do meu pobre coração. Gritos de desespero e dor formavam-se no fundo da minha garganta.

O meu pai tentava-me abraçar, para me poder acalmar, mas a única coisa que recebeu em troca foram os murros e as estaladas que o meu cérebro mandava dar com toda a força do mundo.

O meu corpo era invadido por espasmos. Os músculos das pernas, perdiam a força para me manterem erguida. Os braços pediam ajuda. A minha garganta era socorrida pela saliva que lá passava.

Uivos de dor eram emitidos pelos lobos de La Push. Em cada uivo formava-se uma lágrima. Os rapazes também estavam a sofrer imenso. Ele iria ser o próximo Alpha. Iria ser meu marido, pai dos meus filhos e o homem da família. Iria, mas para minha dor e infelicidade já não vai. Pois o homem que era a minha eternidade estava morto na cama em que o acolheu por vários meses.

 

31
Out10

Fanfic - Capitulo 15 - "Noite de Luar"

Joana

Este é o penúltimo capitulo da FanFic!

 

Capítulo Quinze - Volta para mim


 

 

Renesmee

 

Carlisle andava atarefado á procura de órgãos compatíveis ao sangue de Jake. O meu pai ajudava-o de todas as formas possíveis. Edward havia ido a La Push, ao hospital. Aproveitei e fui também. Queria sentir o cheiro da maresia. Sentir a areia a perfurar pelo meio dos meus pé descalços. Queria sobretudo emanar o cheiro da floresta e do mar ao mesmo tempo.

O odor que eu adorava. Jake com o tempo, foi perdendo cor e o odor havia modificado um pouco. Mas isso não bastava para mudar o amor que sinto por ele. Nunca ninguém nos irá separar de novo.

Enquanto andava descalça pela praia, ouvi alguém a chamar por mim. Era Quil. Trazia Claire com ele. Ela já estava com cerca de sete anos de idade. Era uma rapariga linda. Com os seus compridos cabelos castanhos e os seus olhos verdes, que transmitiam alegria.

 

 

 

 

24
Out10

Fanfic - Capitulo 14 - "Noite de Luar"

Joana

Capítulo Catorze - Finalmente a verdade


 

 

Renesmee

O que mais me importava neste momento , era a verdade do estado de saúde do meu Jake. E agora estou a apenas alguns minutos de a saber.

Sentei-me na cadeira de forma a poder ficar de frente para o meu pai e ler-lhe a expressão da sua cara.

Medo. Tristeza. Melancólica.

Sentimentos que se avistaram nos olhos pretos do meu pai. Ele também não caçava algum tempo, só para me fazer companhia e não me deixar ir completamente abaixo.

Sentada na cadeira de pernas cruzadas, esperava impaciente para que o meu pai produzisse algum som com a sua melodiosa voz.

Esperei. Esperei. Mas nada.


 

17
Out10

Fanfic - Capitulo 13 - "Noite de Luar"

Joana

Capítulo Treze - Uma Verdade Verdadeira


 

Renesmee

A minha vida era perfeita. Tinha tudo o que uma rapariga da minha idade sonhava. Tinha uma família enorme, que me mimava imenso. Tinha tios que faziam o que eu queria só para me fazerem feliz. Tinha uns pais, que eram os melhores do mundo. Via os rapazes a suspirarem sempre que ia fazer compras com a tia Alice. Sentia-me lisonjeada pela vida que tinha. Mas para quê tudo isto quando a razão da minha existência está preso a uma cama inconsciente quase à uma semana.
Passo o tempo inteiro na biblioteca da casa do meu avô, junto à cama de hospital. A biblioteca parecia um quarto de hospital. Máquinas a fazerem ruídos irritantes, um saco de soro que de segundo a segundo deixava cair uma gota transparente de soro, num frasco que estava ligado ao braço de Jake através de uns tubos que permitiam a passagem do soro. Fios e mais fios , ligados ao peito musculado do meu sol , para garantirem a sua sobrevivência.


10
Out10

Fanfic - Capitulo 12 - "Noite de Luar"

Joana

Capítulo Doze - Luta de Amor

 



Edward

Aquele foi um dos piores dias de toda a minha existencia. A imagem de ver a minha filha amarrada a outro homem, que não o meu amigo Jacob. Ele preso lá em cima numas condições de habitação , que nem um rato sobreviveria, e Nessie aqui aos beijos com o...o Nahuel.

- Pai!- foi a única coisa que ela conseguiu pronunciar. Olhei-a com um olhar cheio de mágoa. Seus pensamentos, estavam meios bloqueados. Voltei a direccionar os meus olhos para Nahuel, mas para ele transmiti fúria e ódio.

Dei um passo para a frente. Nahuel deslocou-se para o outro lado da entrada. Fui ter com a minha filha , que neste momento estava em estado de choque. Encontrava-se encostada à parede velha e suja. Quando me aproximei dela, toquei-lhe na face limpando-lhe uma lágrima que escorria pela sua face perfeita.

 

- Nessie... como...- gaguejei, simplesmente perdi as forças. Nessie colocou a sua mão delicada na minha cara. Mostrava-me a chegada dela a esta casa, o beijo que ela deu ao Jacob, o amor que ela sentia por ele, o calor que a invadiu quando o viu. - Nessie... não estou a perceber. - logo de seguida ela expôs o que Nahuel lhe tinha feito. Eu não acredito. Eu acusei a minha filha, e afinal ela é inocente. Nahuel é que a beijou.

03
Out10

Fanfic - Capitulo 11 - "Noite de Luar"

Joana

Capítulo Onze - Encontro




Jacob

 

Acordei, ainda com esperanças que tudo não passa-se de um pesadelo. Mas tornei a iludir-me.

Outro dia sem ouvir o chilrear dos pássaros, sem sentir o vento a passar pelos meus cabelos negros, sem sentir o cheiro das flores silvestres, sem poder sentir a terra por baixo dos meus pés descalços. Tantas saudades que tinha de sentir estas pequenas coisas. Ao pensar nisso uma dor trespassou o meu pobre e fraco coração.

Estava fraco, como nunca estive em toda a minha vida. Não tinha forças suficientes para me poder metamorfosear.

De um momento para o outro pude ouvir o soalho a ranger. Estava lá alguém. Mas quem?

- Quem está aí?- perguntei com uma voz rouca.

Ninguém me respondeu. Apurei os meus sentido de lobo. Aquele odor não me era desconhecido.

Tentei a todo custo lembrar-me de quem era aquele cheiro. Parecia um humano, mas depois misturava-se um cheiro de vampiro. Enruguei o nariz, em resposta ao odor.

- Quem está ai?- perguntei novamente, com esperanças que desta vez respondessem.

Nada se ouviu. Naquela casa, havia um vampiro. E eu não sabia, o quão perigoso ele era.

“Jacob tenta lembrar-te. Vá lá”. Passei por todos os momentos da minha vida. Desde que comecei andar com vampiros até agora.

Não era ninguém da família Cullen - isso tinha eu a certeza. Aqueles vampiros antigos, os Volturi, também não eram. Reconheceria o seu odor rapidamente. Então quem é?

- Então como estás?- ouvi. Era uma voz grave. Já sabia que era um homem.

- Quem és? O que queres de mim? Eu não te fiz nada, o que queres? - questionem, sei lhe dar tempo a responder.

Não conseguia ver a sua face. Mas esta voz também não me era desconhecida.

- Calma cão. Ficar nervoso faz mal aos cãezinhos. - dizia com sarcasmo.

- Como sabes que sou um lobo? Como sabes quem sou eu?

- Eu fiz-te isto, porque tens uma coisa que sempre quis.- respondeu ele furioso e desviando o tema de conversa. Se aquilo era uma conversa.

Fiquei confuso. Mas o que ele queria que eu tinha? Eu não tenho nada de especial. A não ser a Nessie.

- Estás-te a referir á Nessie?- perguntei com a confusão estampada na cara.

- Nunca pensei que os cães fossem tão perspicazes.

26
Set10

Fanfic - Capitulo 10 - "Noite de Luar"

Joana

 

Capítulo Dez – Dor de mãe


 


 

Edward

 

 

A floresta estava agitada.O chilrear dos pássaros pareciam gritos de pessoas aflitas, o grasnar dos patos que sobrevoavam a floresta, parecia um trompete desafinado. O vento a passar pelas folhas verdes das árvores, assobiava.A água que ouvia, parecia vidros a estalar, ao embater contra as rochas deformadas. Tudo estava ao contrário do que era normal.

A minha filha ,o segundo melhor ser do mundo inteiro. Uma rapariga, querida, alegre, carinhosa, educada e linda. Os seus olhos de chocolate, brilhavam de alegria alguns tempos atrás, e agora? Agora a felicidade que ela construiu desmoronou-se. O namorado dela sequestrado, por um maluco qualquer.

Edward. Encontramos um rasto do Jacob. - Pensou Seth, o meu melhor amigo, lobo.- já tem alguns dias. Mas é mais ressente, do que o outro que encontramos, alguns quilómetros daqui.

Não tinha como falar para ele. Tentei encontra-los, através do odor.

 

 

19
Set10

Fanfic - Capitulo 9 - "Noite de Luar"

Joana

Capítulo Nove - Desaparecido


 

 

Sam

Emily.

Fui procurar o Jacob. Não te preocupes, não fui sozinho.

Amo-te muito.

Sam

Estávamos todos reunidos na casa dos Black. Uma casa pequena .Paul estava sentado a falar com Jared, sobre o que aconteceu. Quil e Embry estavam encostados à ombreira da pequena porta, tristes e desolados. Durante alguns instantes não consegui dizer nada. Deixei-os descansar e pensar um pouco no que iam fazer, daqui a alguns instantes.

- Pessoal, está na hora.- disse em voz de alfa.

Dirigimo-nos todos para a florestas, para nos transforma-mos. Leah, foi sozinha para outro lado para se transformar à vontade.

Estava uma barulheira imensa. Todos a pensar ao mesmo tempo. Mandei um uivo, para os calar.

Pessoal, vamos organizar as nossas buscas. O Paul, o Quil e a Leah vão para norte.

Sim senhor. Disseram os três ao mesmo tempo.

Embry e Jared vão para sul. Os irmãos Collins vão para oeste e eu e o Seth vamos para este.

Vamos lá.

Partimos todos ao mesmo tempo. Cada um para o seu lado. Agora nota-se a falta que o Jacob faz. Mesmo que já não seja muito ligado à nossa alcateia, será sempre um dos nossos.

Concordo contigo Sam. Sim eu também.


12
Set10

Fanfic - Capitulo 8 - "Noite de Luar"

Joana

Capítulo Oito - Intruso

 

 

Renesmme

 

Onde estou eu? Que lugar é este? Jacob, o meu Jacob? O que se passa?

Não sabia o que estava a acontecer, só sei que estava sozinha num lugar, fechado onde simplesmente tinha uma pequena janela.

De repente vi o Jake , estava revestido de sangue. Ele estava magoado, sem força para me conseguir tirar dali. Conseguia ver os seus olhos cheios de dor, sofrimento, mágoa e angústia.

O que se terá passado? Ajudei-me. Por favor, tirei-me daqui. Gritava mas ninguém me ouvia.

Segundos depois, senti alguém a tocar-me delicadamente no ombro e a chamar por mim.

- Renesmme, Nessie... calma... está tudo bem.

Abri as palpebras com alguma dificuldade. Era a minha mãe que estava ao meu lado. Levantei-me rapidamente e abracei-a sem pensar no que estava a fazer.

- Querida, calma. Está tudo bem, foi só um pesadelo.

Não tinha força alguma para falar. Só de pensar, naquele sonho, Jacob , o meu Jacob magoado, cheio de sangue.

- Renesmme, olha para mim.- dizia a minha mãe preocupada.

Olhei para ela com o medo estampado na cara. Não sabia o que dizer nem se quer ,o que fazer ,meramente me lembrava do sonho que tive à poucos minutos.

 

05
Set10

Fanfic - Capitulo 7 - "Noite de Luar"

Joana
 

Capítulo 7 - Momentos Maravilhosos

 

  

 

Renesmee

 

O meu pai e a minha mãe andam a tramar alguma coisa. Detesto quando me escondem algo.

Estava na sala a ver televisão, um documentário sobre a vida animal, era muito engraçado.

Na casa grande pairava um enorme silêncio, não estava ninguém em casa. Normalmente ouço sempre a tia Rosalie e o tio Emmett a rir-se ou até mesmo o Tio Jasper e a Tia Alice sentados nas escadas a segredar um ao outro. Naquele momento não existia qualquer sentimento forte naquela casa, faltava amor, carinho, alegria. Sentia falta de uma pessoa muito especial, Jacob Black.

Jacob a minha estrela, a luz que ilumina o meu caminho, o meu porto seguro e a água que me dá vida. Tudo isto descreve o ser mais maravilhoso à face da Terra, o amor da minha vida.

Ao fim de tanto tempo sozinha ouvi alguém a entrar em casa. Chamei, mas não ouvi qualquer resposta. Fui até à entrada e não estava ninguém.

Estranho, tenho a certeza que ouvi a porta a bater.

Será que estou a ficar doida?

Pouco tempo depois ouvi bater à porta. Quem será desta vez?

Desci as escadas. Do outro lado da porta encontrava-se, um rapaz lindo até mais que lindo, perfeito. Era o meu, Jacob.

Abri a porta e num estante estava nos braços dele.

Não me importava de estar assim um dia inteiro, só para sentir o calor que emana do seu corpo, para poder tactear os seus músculos, que são tão perfeitos como a neve no inverno.

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Fórum Saga Crepúsculo Portugal

Blog Saga Crepúsculo Portugal Mail: crepusculoforum@sapo.pt
Um blog que vai ao encontro do que as (os) Fãs desejam mais. Aqui é o Espaço Perfeito onde podes saber novidades sobre esta emocionante saga que está a mudar o Mundo, a SAGA CREPUSCULO ... Esperamos por ti AQUI .

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D